04
Nov

Comerciais marcantes e emocionantes

Hora da Saudade Meu mundo Pessoal

Não sei vocês, mas eu adoro comerciais!
Desde quando era pequena, meus pais contam que, sempre que via a propaganda do Urso da Fofo, chorava quando acabava e, para evitar o berreiro, compraram na época um vídeo cassete para grava-los e assim não mais chorar, rs.

Para quem não é dessa época, ou mesmo para relembrar, achei esse comercial mas em inglês (se bem que o importante mesmo é o ursinho, rs):

.

.

.

Mas…

Estreou por aqui essa propaganda que trago hoje, e me emociono toda vez que a vejo, rs.

Tradução: Esperamos que seja menina.

Lindo, né? Rs

Nota: Especialmente para o meu pai e minha mãe, tanto para compensar os meus choros de antigamente, como principalmente por lembrar demais deles quando o assisto, rs.

Beijos.

9 Comentários
27
Out

Terror: Queda de cabelos no outono

Meu mundo Pessoal

E todo começo de outono é a mesma coisa: meus cabelos caem como loucos; tanto que dá até medo de ficar carequinha, como meu pai rs.

Pode parecer que estou enganada na estação do ano (pois sei que no Brasil também está fazendo um friozinho, mesmo sendo primavera, rs), mas estou em Portugal, e por ser o hemisfério Norte do globo e as estações serem invertidas, aqui é outono.

Como sou um pouco hipocondríaca, pesquisei se isto é mesmo normal: e SIM, é!

Segundo a dermatologista Dra. Mauren Seidl “O ditado popular “no outono caem as folhas e os cabelos” tem um pouco de verdade. “Nesta estação, acontece o que chamamos de Eflúvio Telógeno decorrente do sol de verão. Tradução: os raios solares a que se expõem no verão precipitam ou aumentam a queda dos cabelos de um a quatro meses depois” explica Mauren. Neste caso, o paciente queixa aumento da perda de fios ao penteá-los, lavá-los ou mesmo espalhados pela casa. Além da exposição ao sol, a queda excessiva de cabelo (mais de 100 fios por dia) pode ser provocada por: mudanças hormonais no pós-parto; febre alta, infecção grave e resfriado forte; doenças da tireóide; dieta inadequada em proteína; medicamentos; excesso de vitamina A; tratamentos de câncer; pílulas anticoncepcionais; baixo nível de ferro no sangue (o que pode ser motivado por período menstrual de volume ou duração prolongada); grandes cirurgias; doenças crônicas; calvície hereditária; infecção por fungos; uso inapropriado de cosméticos; e doenças de fundo emocional como estresse, ansiedade e depressão.

By-  Dra. Mauren Seidl: http://migre.me/1OC2W

No meu caso, estou usando: shampoo e tónicos capilares, e estou sentindo que com esse meu “tratamento” estão caindo bem menos fios.

E não se esqueça, nas palavras da médica dermatologista: “O importante é identificar se a queda é fisiológica (não decorre de nenhuma doença) ou patológica (neste caso, encaramos como doença). Se você apresenta queda de cabelo, procure ajuda do seu médico dermatologista!

Beijos.

13 Comentários
25
Out

Bacalhau Espiritual – Cozinha típica portuguesa

Meu mundo Princesa do Lar

Tanto tempo sem postar nenhum prato tipicamente português… Por isso então nos próximos posts, vou fazer um especial, das que gosto por aqui, rs.

A de hoje, pode ter um nome engraçado, mas é uma delícia!

Conta história que, este prato era muito apreciado pelos reis; uma vez que a receita é antiga, do tempo da monarquia portuguesa. Diziam que toda a vez que provavam este prato suspiravam, de tão maravilhoso e saboroso! Dai então o nome, Espiritual (do tipo: divino, rs).

.

.

.

Bacalhau Espiritual

Classificação Pessoal: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Ingredientes:

800 gr. de bacalhau;
600 gr. de batatas;
400 gr. de cenoura;
2 dentes de alho;
3 cebolas picadas;
4 colheres de azeite;
1 pão amanhecido amolecido no leite;
300 ml. de creme de leite;
1 colher (sopa) de queijo ralado;
Sal e pimenta do reino a gosto.

Modo de fazer: Escalde o bacalhau, tirar pele, espinhas e desfe; À parte, cozinhe as batatas, passeas pelo espremedor, descasque e rale as cenouras e reserve; Juntar o pão amolecido no leite, o bacalhau, as batatas, as cenouras, o creme de leite, sal e pimenta-do-reino; Mexa bem a mistura e colocar numa forma refratária; Alise com uma espátula e polvilhe com queijo ralado; Levar ao forno medio para gratinar.

Dica: Sirva com arroz branco e batatinha palha.

Façam e suspirem com essa “maravilha portuguesa” rs.

Beijos.

19 Comentários
29
Set

Arrendamento jovem, Porta 65

Meu mundo

Descobrimos por aqui, um “apoio governamental” muito interessante: o Arrendamento jovem.
Para jovens (que compões dos 18 aos 30 anos) que residem em moradas arrendadas alugadas, dá-se uma ajuda referente à percentagem do aluguel.

Para isso, basta o candidato se cadastrar nas épocas em que as inscrições são abertas, e reunir condições como: contrato de habitação ou contrato-promessa de arrendamento; não possuir qualquer outro apoio público nem dívidas de concessão imobiliária; Nenhum dos jovens membros do agregado seja proprietário ou arrendatário para fins habitacionais de outro prédio ou fração habitacional; Nenhum dos jovens membros do agregado seja parente ou afim do senhorio proprietário; Jovens com rendimento entre 1 a 4 vezes as rendas máximas admitidas para cada zona; o valor da tua renda tem de ser igual ou inferior a 60% do teu rendimento bruto; o Rendimento Mensal do jovem ou do agregado não pode exceder quatro vezes a retribuição mínima mensal garantida.

A candidatura é enviada via internet, (em formato habitual, PDF) juntamente com os documentos obrigatórios.
O auxílio vária com os valores da renda e Rendimento mensal, podendo atingir o limite de 65% sobre o mesmo (por isso, o nome Porta 65). É válido por 3 anos e esse valor varia entre eles: no primeiro ano ganha-se mais, e então este valor vai diminuindo.

Para quem estiver interessado, e for aqui de Portugal, o site oficial com todas e maiores informações é: http://migre.me/1r4sY

E no Brasil: já que estamos em tempo de eleições, esta num seria uma boa proposta a ser apresentada por algum candidato? Será que não iria ser viável à nós jovens, como uma forma de independência?

Nota: Dizem que este programa foi criado, como meio de incentivo para os jovens saírem da casa dos pais, evitando assim os chamados “jovens cangurus”.

Beijos.

11 Comentários
26
Ago

Cozinha tipicamente portuguesa

Meu mundo

Como já não é novidade, sou muito comilona/gulosa. Adoro experimentar quitutes diferentes: desde o mais estranho (como por exemplo Caracóis) até os mais comuns…

Então, é sobre isso que irei falar hoje; Comidinhas Portuguesas e alguns hábitos alimentares que existem por aqui.

Sabiam que:

* O pequeno almoço Café da manhã é quase que sagrado, e muitas vezes tomado fora de casa;
* O café é um ato de confraternização e muitíssimo apreciado;
* Antes da refeição principal (almoço ou jantar) tomam um prato de sopa;
* Acham estranho nosso habito brasileiro de comer o arroz e feijão como acompanhamento quase sempre;
* Geralmente os peixes como sardinha, são preparados com os orgãos internos e cabeça, para conservarem a carne macia, porem não são consumidos;
* Utilizam alguns tipos de feijão como frade, branco e massa macarrão em saladas (Muito bom!);
* As bolachas recheadas são biscoitos salgados, com recheio doce…

Alguns pratos:

Caldeirada: vários tipos de peixe, com legumes e um caldinho maravilhoso.

Caldo Verde: Sopa de batatas com couve e chouriço calabreza

Bacalhau com Natas: Bacalhau com legumes, e um molho de creme de leite.


Cachito: Um enroladinho de chouriço calabreza.

Arroz de Pato: Uma espécie de risoto, que ao invés de se colocar carne de frango desfiado, usa-se a carne de pato (que é mais escura, e tem um gosto mais forte).

Feijoada de mariscos: Apesar do nome, não tem nada haver com a nossa. Ao invés das carnes do porco, são mariscos e peixe, e o feijão utilizado é branco.

Sobremesas:

Pastel de nata/Pastel de Belem: Como quiches recheadas de um creme doce;

Queque de aveia/chocolate: Uma espécie de bolo em miniatura;

Queque de feijão: Lembram tortinhas, com um recheio diferente;

Bola de Berlim: Nada mais, nada menos que sonhos. Nas padarias vendido com creme, e na praia sem;

Guardanapo: Pão-de-ló dobrado, recheado com leite cozido doce de leite;

Ovos moles: Uma espécie de gemada cozida tipicamente Aveirense. Pode vir dentro de barris de madeira decorados, um envolvidos com uma espécie de hostia, uma delicia!

Estes são apenas alguns exemplos. Caso estiverem com alguma dúvida, por favor não deixem de perguntar. Ok??
A resposta pode demorar um pouquinho, mas terei grande prazer em responder :D

Ahm, e os portugueses que por aqui passam, poderiam me ajudar em dizer algum prato que me esqueci?

Gostaram? O que gostariam de experimentar?

Beijos.

16 Comentários
!-- WP FOOTER -->