19
Ago

Lady Gaga, You And I

Músicas Favoritas

Eis que Lady Gaga ataca novamente, com seu novo clipe: “You And I” e não é que o clipe é até engraçadinho? Hehehe
E claro que sua marca loucura original continua presente como sempre!

Como ele acabou vazando na internet mais cedo que o esperado, ela então divulgou ainda mais no seu twitter oficial @ladygaga

Na produção, como sempre praticamente cinematográfica aparece vestida como: Sereia deitada numa banheira, de peruca loura e azul, óculos dourados, chapéu extravagante, noiva e até uma espécie de viúva a lá Tim Burtoon hehehe. Eis que aparece seu alter ego Jo Calderone, fumando epaquerando a Lady Loira Gaga que está tocando piano. Todo #safadenho, beija Gaga na boca e ainda passa a mão em seu bumbum, rs.

Particularmente, gostei tanto!
Não apenas do clipe, que finalmente aparentemente não choca como: Alexandro e Judas… Mas também pela música, que conta lembranças de apaixonadas, que contam a história do relacionamento com Luc Carl, seu ex.
Alguns trechinhos: “Já faz um bom tempo desde que eu cheguei, Já faz um bom tempo mas agora eu voltei, E dessa vez não vou embora sem você…” “Daria qualquer coisa para ser sua bonequinha de novo, E dessa vez não vou embora sem você”

Fofinho né?
Pois é, por debaixo de toda aquela loucurinha existe uma garota romântica, hehehe.

Nota: Um pouquinho mais de Jo Calderone! Rs

f

Beijos.

6 Comentários
11
Ago

DaveMatthewsBand – Crash Into Me

Músicas Favoritas

Na verdade, quem descobriu há um tempinho tanto a música quanto a banda foi meu namorido, mas mesmo assim desde a primeira vez que os ouvi me apaixonei…

Para quem não conhece, Dave Matthews Band é uma banda norte-americana formada na Virgínia em 1991, pelo cantor e guitarrista Dave Matthews, baixista Stefan Lessard, Leroi Moore, que tocava uma variedade de instrumentos de sopro indo do saxofone à flauta, violinista Boyd Tinsley, baterista Carter Beauford e tecladista Peter Griesar. Seu gênero musical é Rock alternativo, Jazz fusion e Jam band.

Mas chega de blá-blá-blá, vamos então ouvir a música? Hehehe

Gostaram? Então oiça também: You & Me, #41 e Up and Away.

Nota: Da primeira vez que ouvi, pensei que era Pearl Jam. As vozes dos vocalistas não são bem parecidas? Rs

Beijos.

5 Comentários
07
Jul

Festival Optimus Alive 2011

Músicas Favoritas

E pra compensar minha ausência no festival maravilhoso que está a acontecer em Oeiras (Distrito de Lisboa) o Optimus Alive, farei um especial das bandas que gostaria de assistir, aqui mesmo no blogue, hehehe

 

Ontem dia 6, foi dia do Coldplay – O qual, dizem até que tiveram os bilhetes esgotados pouco depois de estarem a venda.

Coldplay é uma banda inglesa de rock alternativo formada em 1996, pelo vocalista principal Chris Martin e o guitarrista Jonny Buckland no University College London. Depois de formar o Pectoralz, Guy Berryman se juntou ao grupo como baixista e eles mudaram o nome para Starfish. Will Champion entrou para tocar bateria, como vocal de apoio e multi-instrumentista, completando assim, o grupo. O empresário Phil Harvey, é muitas vezes considerado o quinto membro não oficial.  A banda passou a se chamar “Coldplay” em 1998, antes de gravar e lançar três EPs; Safety em 1998, “Brothers & Sisters” como um single em 1999 e The Blue Room no mesmo ano. Este último foi o primeiro lançamento da banda por uma grande gravadora, depois de assinar contrato com a Parlophone.

O estilo musical do Coldplay, foi definido como rock alternativo, chegando à ser comparado com o estilo de Radiohead e Oasis. O vocalista e compositor Chris Martin, rotulou a música da banda como “rock calcário”.

 

Hoje, dia 7 é a vez dos Foo Fighters subirem ao palco.

Foo Fighters é uma banda de rock alternativo dos Estados Unidos formada por Dave Grohl em 1995. Seu nome é uma referência ao termo “foo fighter”, usado por aviadores na Segunda Guerra Mundial para descrever fenômenos aéreos misteriosos, considerados OVNIs.

A banda iniciou-se após a morte de Kurt Cobain, em 1994. Pouco depois, Dave grava seu primeiro disco, praticamente solo: com exceção da guitarra da música “X-Static’‘, Dave tocou todos os instrumentos das faixas.

Dave, porém, não queria uma banda de um só membro. Foi então que convidou o baixista Nate Mendel (ex-Sunny Day Real Estate) e o baterista William Goldsmith. Pat Smear, que era um membro não-oficial do Nirvana, foi adicionado como segundo guitarrista, completando assim a banda.

Não sei se alguma vez já perceberam, mas o baterista William Goldsmith lembra muito Kurt Cobain. E por acaso, é o instrumentos que Dave Grohl, vocalista da banda, tocava no Nirvana.

 

E por fim no último dia de festival no dia 9, será o espetáculo show do Paramore.

Paramore é uma banda de pop punk, formada no Franklin, Tennessee, Estados Unidos em  2004. Ela tem como membros Hayley Williams, Jeremy Davis e Taylor York e contrato pela gravadora Fueled By Ramen. Ex-integrantes são Jason Bynum, John Hembree, Hunter Lamb, Josh Farroe Zac Farro.

Atingiram reconhecimento internacional com o seu segundo álbum de estúdio, RIOT! (2007), que atingiu a posição de número quinze na tabela musical Billboard 200 e recebeu a certificação de disco de platina pela Recording Industry Association of America.

Mas, a ascenção de Paramore na música aumentou ao participarem da trilha sonora do filme Twilight (Crepúsculo), cuja faixa-tema é “Decode”.

 

E vocês, gostam das bandas? Rs
Eu particularmente, ADORO! Hehehe

Beijos.

11 Comentários
23
Jun

Daniel Pohl – Liga da Justiça

Músicas Favoritas

Em “homenagem” a nossos novos vizinhos, que possuem o triste hábito de ouvir “crássicos clássicos carnavalescos” como: Parangolé Rebolation e Levanoiz no último volume, apresento uma versão totalmente incrível, que nem de longe se parece a original e que se fosse a que ouvissem por aqui, estaria mesmo feliz #fato

 

Daniel Pohl, uma figura franzina, cabelo curto preto, óculos ao estilo wayferer de grau e camisa xadrez…
A voz, que nos vídeos do “Youtube” encanta multidões, nunca teve aulas de música, aprendeu a cantar sozinho há pouco tempo e hoje, com 21 anos, pensa seriamente em seguir no ramo. “Se eu melhorar dá sim (para seguir carreira), tenho certeza”, diz com olhos confiantes.
Para isso, no entanto, reconhece que é preciso melhorar: “Pretendo entrar em um conservatório, tocar piano, violão…”.

A maioria dos personagens que surge na rede busca a fama a qualquer custo, mas Pohl garante que tem objetivos diferentes. “Eu nunca fiz nada pensando em me tornar uma celebridade. Acho que não faço esse perfil, não tenho essa vontade”. Ele quer, sim, ser reconhecido por seu trabalho. “Se eu melhorar, acho que posso começar a ganhar alguma coisa com isso”, conta.

 

Gostaram?

Para mais músicas e covers supermelhorados, acessem o canal dele no Youtube TheLionMusic, rs

Beijos.

6 Comentários
16
Jun

Virgem Suta – Linhas Cruzadas

Músicas Favoritas

Para quem acha que a música aqui em Portugal se resume apenas em fados, se engana…

Possuem enúmeros estilos, como também o Pop-Rock.

Apresento então:

“A história dos Virgem Suta não é a história normal das bandas de hoje em dia. Não foram descobertos através do Myspace, não fizeram uso das autoestradas da informação para conquistar os milhares de fãs com que poderíamos abrilhantar esta nota. Valeram-se de duas guitarras, da voz e da quase ‘ousadia’ de uma mão cheia de canções e, sem exageros líricos, as suas auto-estradas foram outras. Perderam a conta às vezes que fizeram o País de Sul a Norte e de Norte a Sul. Mais uma vez, não o fizeram como as bandas normais, a tocar em todas as aldeias e terriolas onde os quisessem a actuar. Não! Habituem-se. Em Suta é um estado exagerado de estar, de viver, de pensar. Eles eram virgens no mundo da música e quiseram demorar o tempo que fosse necessário para se considerarem prontos. Conseguiram-no e brindam-nos com uma belíssima estreia. Ah! É preciso dizer que os Virgem Suta residem em Beja. E aí o tempo, é relativo. Sempre apoiados na conselheria e depois na produção do disco por Hélder Gonçalves, dos Clã, os Virgem Suta penaram até ao vislumbre de um trabalho que considerassem decente. Naquela dúzia de canções que compõem o disco, nas repetidas audições, consegue-se perceber o que os caracteriza e porque vão agradando a quem quer que os oiça. Porque não descartam a tradição, transpiram portugalidade e assumem-no. Mas são tão contemporâneos que a raiz portuguesa só lá está porque não têm outro remédio. Não tenhamos dúvidas que se fossem espanhóis, tocariam castanholas. Assim, tocam adufe e cavaquinho porque é isso que lhes é natural. A isto aliam uma ironia que aparece a espaços, insólita, não de riso fácil, mas daquele que só é esboçado depois de se ter desconstruído a mensagem. Os Virgem Suta são Nuno Figueiredo e Jorge Benvinda”.

Gostaram? Ouça também: “Dança de Balcão“, “Menina Princesa” e “Eu sou feliz

E é como meu namorido sempre diz: Música não possui estilo, e sim qualidade, rs.

O que acham? Rs

Beijos.

9 Comentários
!-- WP FOOTER -->