04
Nov

#Crítica, Puro aço

Cinema Filmes & Séries

A coragem é mais forte do que o aço.

Confesso que pensei que ia ser mais um daqueles filmes bregas, exagerados ao estilo Transformers… Mas fiquei realmente surpresa!

Mesmo no contesto de uma ficção, uma vez que por enquanto as lutas não são protagonizadas por robôs, tem elementos que deixam o filme real. Ok, é uma história que já vimos fazer um milhão de vezes … Mas nunca tão criativa e com esse tipo de plano de fundo!

Hugh Jackman… Sempre pensamos nele como Wolverine, né? Com garras de Adamantium rasgando coisas, com ar selvagem e feroz; Mas este filme traz uma imagem de um Jackman totalmente novo: Como um pai caloteiro e arrogante, ex-boxeador que transforma as lutas de gladiadores robôs em sua própria vida! Como sempre fez um ótimo trabalho, mas a verdadeira estrela do show é, sem dúvida, o filho de seu personagem, interpretado por Dakoto Goyo. O garoto parece chatinho no começo e quando menos esperamos, se torna totalmente cativante!

O final nos deixa cheios de dúvidas o que para eu curiosa como sou não é muito legal mas, quem quer um grande fim, quando podemos vê-lo durante o filme inteiro?
Tem alguns momentos grande comédia, as relações entre os atores sentiram genuína e não exagerado ou forçado. Os robôs divertidas e imaginativas, nos dando o gostinho de que o esporte fosse mesmo real, mesmo para mim que não gostava de lutas, até então admito… Hehehe

Você vai torcer, chorar, rir e ser completamente surpreendido!

Com a mesma adrenalina de Rocky e com um conjunto muito melhor de ação e elenco e grandes atuações…

Infelizmente não tem material para concorrer ao Oscar, mas é um grande filme, e no final de tudo, apenas isso já importa!

 

Então para resumir: O filme é incrível! A história é uma graça, as atuações fenomenais, efeitos especiais excelentes… Não falta nada, já que lá estavam: a ação, o drama, a comédia e até uma pitadinha de romance… O que eu mais gostei foi a química entre Charlie, Max e Bailey e cada um dos personagens no filme. Todos que trouxeram seus personagens para a tela, sopraram para nossas mentes suas performances. Devo dizer que eu não esperava que este filme seja tão bom. Minhas expectativas eram altas para os efeitos especiais e atuação de Hugh, mas o que este filme trouxe foi muito mais que isso. Recomendo, por não se destacar em sua grandeza mas sim pelas alucinantes performances!

Sua estréia aqui em Portugal foi no dia 03 de novembro, e no Brasil foi em 21 de outubro. 

Beijos.

9 Comentários
14
Out

Destinos Ligados

Filmes & Séries

Mais um “filme-achado” hehehe

E dessa vez, com o género um pouco diferente dos que gosto e estou acostumada…
O filme é lindo, mesmo no começo sendo um pouco “estranho”… Mas do meio para o fim mais ou menos, vale totalmente a pena!

★★★★★

Três mulheres vivem histórias diferentes e ao mesmo tempo ligadas por um único tema: a adoção. Elizabeth (Naomi Watts) é uma advogada inteligente e bem-sucedida que usa seu corpo para conseguir o que quer, e é através do seu charme que ela inicia um romance com o chefe (Samuel L. Jackson). Karen (Annette Bening) é uma profissional da saúde, muito sensível e amável, mas que esconde este seu jeito humano e vive amargurada. Isso porque ela engravidou aos 14 anos, entregou a filha Elizabeth para adoção há quase 40 anos e não supera a dor por ter tomado esta decisão. Lucy (Kerry Washington) é uma mulher casada que não consegue engravidar e resolve recorrer à adoção para ter a família que tanto deseja.

Alguns dados técnicos:

título original: Mother and Child
duração: 125 min
ano de lançamento: 2009
diretor: Rodrigo García

Este filme é sobre três mulheres aparentemente desconexas: uma mulher de meia idade que é amarga e crítica, uma advogada jovem e bem sucedido e uma mulher negra que é incapaz de gerar um bebê. Elas estão conectadas através da magia da maternidade. Embora o título do filme de algumas pistas, a verdade é que Mãe e Filho traz muitas surpresas! Fica mais emocional e cativante no decorrer, quando tudo parece se encaixar como um quebra-cabeça. Nos faz lembrar o quão incondicional amor materno é. Mostra a vida real, confusa, imprecisa, imprevisível e vivida por pessoas reais, pessoas que facilmente podemos identificar, em busca de um sentido verdadeiro para suas vidas, e tentando segurar os momentos de felicidade os encontrndo em lugares inesperados… Não há heróis ou vilões, apenas pessoas reais tentando fazer o seu melhor…

Beijos.

7 Comentários
07
Out

Os rapazes estão de volta

Filmes & Séries

Mais um filme lindo, que assisti totalmente por acaso aqui em casa… Hehehe

★★★★★

Depois da trágica morte de sua segunda esposa, o conhecido jornalista esportivo Joe Warr tem que tomar conta de seu filho, Artie, um garoto de seis anos o qual praticamente não conhece. As coisas se complicarão ainda mais para Joe quando Harry, filho de seu casamento anterior, de quatorze anos, se muda para a Austrália para viver com ele durante uma temporada. A partir desse momento, Joe terá que se virar para manter uma casa só de rapazes.

Alguns dados técnicos:

título original: The Boys Are Back
duração: 104 min
ano de lançamento: 2009
diretor: Scott Hicks

Comovente, real, sensível e pensativo… A história é bastante agradável e divertida. Desde o roteiro até os atores principais e coadjuvantes, estavam todos emocionantes e extremamente talentosos. Gosto da muito também da simplicidade que o filme foi feito, e as Emoções reais de ação emotiva do filme. Me fez chorar tanto, mesmo não sendo necessário muito pra isso, hehehe

Eu realmente gostei. E penso que definitivamente, vale MESMO a pena assistir!

 

Você sabia que…

… o filme foi baseado no livro Coisas de Rapazes de Simon Carr e sua história verdadeira. E tanto ele quanto seus filhos participaram de todos os dias de filmagem do filme.

Beijos.

5 Comentários
30
Set

O Primeiro dia do resto da tua Vida

Filmes & Séries

Agora aqui em casa, temos um pacote novo de canais o Cine #todascomemora
E é por causa deles que, tenho assistido vários filmes que nem imaginava que existiam…

Um deles, trago hoje para ressussitar e renovar essa categoria! Hehehe

★★★★★

Há dias que são decisivos, que marcam, e alguns podem mesmo mudar uma vida. Le Premier jour du reste de ta vie segue durante 12 anos o quotidiano de um casal com três filhos, mas mostrando apenas o primeiro dia do resto da vida de cada um dos membros da família. E assim, pegando nestes cinco dias especiais, se ficam a conhecer o casal Marie-Jeanne e Robert Duval, e os três filhos: Albert, Raphaël e Fleur e se acompanham um dia em que se conquista a independência, outro de perda da inocência ou outro de paixão…

Alguns dados técnicos:

titulo original: Le premier jour du reste de ta vie
lançamento: 2008
duração: 114 min
diretor: Rémi Bezançon

Realista, engraçado, honesto, corajoso, com trilha sonora fantástica, o que mais poderia pedir? Incrível como encontram a trilha sonora, fazendo cada música se encaixa perfeitamente a cada momento (qualquer que seja a emoção que estão retratando).

Nos prende entre rir e quase chorar durante o filme todo! Tenho certeza de que cada pessoa pode se relacionar a algo e pelo menos em um dos personagens: a adolescente rebelde e angustiada, o romântico incurável, o casal que tem caído fora do amor e do médico que está preso em um trabalho que ele não ama e uma relação que não o faz feliz. A atuação neste filme é simplesmente fantástica.

Ele é estruturado em torno de cinco momentos-chave na vida de uma família e é como um filme, diversão inspiradora que joga com todas as diferentes relações entre pai e filho, mãe e filha e do marido e claro e esposa.

Você verá perspectiva diferente de cada personagem sobre a vida e como eles crescem, o que permite assistir intensamente…

Desde o início até o fim, simplesmente adorei!  E não se prenda nas legendas, pois você não precisa entender francês para perceber este filme maravilhoso!

Beijos.

15 Comentários
!-- WP FOOTER -->