04
Jun

Filmes que marcaram uma infância feliz

Eu recomendo! Filmes & Séries Hora da Saudade

Pois é, acho que esses filmes não marcaram apenas a minha, mas como a de boa parte das pessoas, de 20 e poucos anos…rs
Época em que, eram feitos mesmo para as crianças #fato

Os que mais lembro e são meus favoritos, que por vezes ainda assisto (segredo, rs) são:

 

Pinóquio: O velho Gepeto constrói Pinóquio, um boneco de madeira que deseja se tornar gente. Numa noite estrelada, uma fada azul dá vida a Pinóquio, começando então uma fantástica aventura que vai testar a coragem, a lealdade e a honestidade do boneco, virtudes que ele tem que aprender para se tornar um menino de verdade. Apesar dos avisos de seu esperto amigo Grilo Falante, Pinóquio se envolve em uma confusão atrás da outra, até que precisa salvar Gepeto, que está preso dentro da barriga de uma baleia.

 

A dama e o vagabundo: Uma aristocrata Querida ganha do seu esposo, Jim Querido uma cadelinha de raça cocker spaniel inglês, a quem dá o nome de Lady. Lady cresce e passa a uma cadela com pedigree e direito a uma liçença, algo que os seus melhores amigos e vizinhos, os cães Joca e Caco. Joca adora enterrar ossos no seu jardim e conta finalmente à Lady que o Caco, que costumava caçar com o seu avô Caco Velho, perdeu o faro. Vagabundo é um cachorro de rua, sem raça que conta com a sua astúcia e os seus amigos (como dois italianos) para viver. Querida espera um bebé, e quando o menino nasceu as atenções dos queridos foram para ele, até que a Lady conhece o bebé e assim recebe de volta seu tratamento, amando o bebé. Uma vez o Jim e a sua esposa viajam, deixando a Tia Sarah a tomar conta do bebé. A Tia Sarah acha que a Lady quer atacar o bebé e a deixa na sala, com seus arteiros gatos siemeses, Si & Am. Os gatos partem tudo e ainda culpam a Lady! A Tia Sarah vai leva-la para colocar uma focinheira!Mas na hora certa, a Lady foge e vai depender de vagabundo para ajudá-la a voltar para o Querido e a Querida.

 

Cinderela: Cinderela é uma jovem que é obrigada pela madrasta a vestir andrajos e forçada a trabalhar de empregada. Ela tem como únicos amigos os animaizinhos. A fada madrinha lhe dá um lindo vestido de presente, para que ela possa ir ao baile, mas a moça precisa estar de volta até a meia-noite, pois o encanto se desfaz. No palácio, Cinderela dança com o Príncipe, que fica encantado com ela. Ao fugir do palácio na hora combinada, Cinderela perde um sapatinho de cristal e o Principe faz de tudo para encontrar a dona daquele sapatinho.

 

Branca de Neve e os Sete Anões: Uma rainha muito bela, porém má e invejosa, resolve mandar matar sua enteada, Branca de Neve, uma princesa bastante bela e bondosa. Isto porque, segundo seu espelho mágico, ela era a mais bela de todas. Mas o carrasco contratado pela rainha que deveria assassiná-la, a deixa partir. Durante a fuga pela floresta, Branca de Neve encontra a cabana dos sete anões, que trabalham em uma mina, e que passam a protegê-la. Algum tempo depois por intermédio de seu espelho, a rainha descobre que Branca de Neve continua viva. Então, ela faz uma magia que a transforma em uma senhora vendedora de frutas horrivelmente velha e feia e vai atrás da moça para lhe oferecer uma maçã envenenada, que faz com que Branca de Neve caia num sono profundo. Porém, ela é salva pelo príncipe encantado, o grande amor de sua vida, que a desperta com um beijo de amor.

 

A Pequena Sereia: Ariel é uma jovem sereia de 16 anos, filha do Rei Tritão, o rei dos mares. A sereia tem como seus dois melhores amigos o peixe Linguado e o siri Sebastião. Ela é encantada com a vida fora das águas e os humanos. Desobedecendo o pai, ela vai sozinha até a superfície e se apaixona pelo príncipe Eric. Determinada a se tornar humana e encontrar seu amado, Ariel faz um acordo com Úrsula, a terrível bruxa do mar, que a transforma em humana. Ariel terá que conquistar o amor do príncipe com um beijo de amor verdadeiro em três dias sem o recurso da voz, se não quiser sofrer uma terrível maldição pela bruxa ficando sua escrava e sereia para sempre, pois Ùrsula tem planos terríveis para Ariel e seu pai.

 

A Bela Adormecida: Uma linda princesa chamada Aurora sofreu uma terrível maldição da bruxa Malévola: ao completar 16 anos, ela espetaria o dedo no fuso de uma roca e cairia em um sono eterno. Mas as três fadas madrinhas – Fauna, Flora e Primavera – descobrem uma forma de quebrar o feitiço: um beijo doce de amor. Aurora espeta o dedo no fuso de uma roca, adormece, e as fadas resolvem adormecer todo o reino, até que um dia o corajoso príncipe Filipe acordasse a princesa adormecida. Munido do escudo da virtude e a espada da verdade, Filipe combate e derrota Malévola e finalmente quebra o feitiço com um beijo de amor verdadeiro.

 

O Rei Leão: O filme conta a história de Simba, um pequeno leãozinho que é filho de Mufasa, o Rei Leão, e da rainha Sarabi. O recém-nascido recebe a bênção do sábio babuíno Rafiki mas, ao crescer, é envolvido nas artimanhas de seu tio Scar, o invejoso e maquiavélico irmão de Mufasa, que planeja livrar-se do sobrinho e assumir o trono. Quando Simba se vê injustamente acusado pela morte de Mufasa, sua única chance de salvar sua vida é se exilar das Terras do Reino. Ele encontra abrigo junto a outros dois excluídos da sociedade, um javali chamado Pumba e um suricate chamado Timão, que lhe ensinam a filosofia do “Hakuna Matata” (sem preocupações). Anos depois, ao ser descoberto por Nala, sua amiga de infância, Simba tem que decidir se deve assumir suas responsabilidades como rei ou seguir com seu estilo de vida despreocupado.

 

Esses filmes marcaram a infância de vocês também? Ahm, se estou a esquecer de algum, por favor me lembrem, rs.

Já até sei qual será o filme que vou re-assistir nesse final de semana! Uma dica:

“Hoje a noite, aqui na selva, quem dorme é o leão…” Huahuahauhauhauhau

Beijos.

15 Comentários
!-- WP FOOTER -->