25
Mai

Dia da toalha!

Fofuras Hoje Comemoramos

A toalha tem um dia, graças ao autor de “Guia do mochileiro das Galáxias”, Douglas Adams. E graças a ele então, seus fãs de todo o universo orgulhosamente levantam suas toalhas, em sua honra! Hehehe

Capa

Nesse caso em especial, a toalha não é apenas um mero objeto… E sim, uma das mais fantásticas coisas pois com ela podemos…

1

…navegar em uma mini-jangada, pelo lento e difícil River Mouth.

(mais…)

Nenhum Comentário
22
Mai

Férias! – Marian Keyes

Na estante

Depois do sucesso de “Melancia”, Marian Keys apresenta “Férias!”. Conheça a história de Rachel Walsh, 27 anos e uma grande mágoa de calçar 40. Rachel é levada da dependência química para o terreno desconhecido da maturidade, passando por uma ou duas histórias de amor, neste romance que é, a um tempo, comovente, forte e muito, muito engraçado.

 Capa

★★★★★

Em Férias! Rachel Walsh tem 27 anos e a grande mágoa de calçar 40. Ela namora Luke Costello, um homem que usa calças de couro justas. E é amiga – pode-se mesmo dizer muy amiga – de drogas. Até que a sua vida vai para o Claustro – a versão irlandesa da Clínica Betty Ford. Ela fica uma fera. Afinal, não é magra o bastante para ser uma toxicômana, certo? Mas, olhando para o lado positivo das coisas, esses centros de reabilitação são cheios de banheiras de hidromassagem, academia e artistas semifissurados (ao menos ela assim ouviu dizer). De mais a mais, bem que já está mesmo na hora de tirar umas feriazinhas. Rachel encontra mais homens de meia-idade usando suéteres marrons e sessões de terapia em grupo do que poderia supor a sua vã filosofia. E o pior é que parecem esperar que ela entre no esquema! Mas quem quer abrir as janelas da alma, quando a vista está longe de ser espetacular? Cheia de dor-de-cotovelo (o nome do cotovelo é Luke), ela busca salvação em Chris, um Homem com um Passado. Um homem que pode dar mais trabalho do que vale… Rachel é levada da dependência química para o terreno desconhecido da maturidade, passando por uma ou duas histórias de amor, neste romance que é, a um tempo, comovente, forte e muito, muito engraçado.

Alguns dados técnicos:

Gênero: Literatura Estrangeira

título original: Rachel’s Holiday
ano de publicação: 1998
páginas: 559
autor: Marian Keyes

 2

Uma história densa, com um assunto pesado e num ambiente um tanto quanto… difícil. Rachel está num centro de reabilitação para tentar se livrar das drogas, mesmo que continue afirmando para todos que não é uma toxicômana e que ela não precisa estar naquele lugar.

Mas como ela foi lá parar, você deve estar se perguntando: a vida de Rachel em Nova York, antes do Claustro era uma verdadeira loucura! Ela morava com sua amiga Brigit e tinha um namorando maravilhoso pelo menos ela achava ser Luke Costello. Ela ficava quase que todo o tempo ligada em drogas, pensando em cocaína e valium e qualquer bebida que visse na frente. Mas, apesar de tudo isso, ela não dizia ser uma viciada. Para ela, isso era apenas um aditivo para sua diversão.

Claustro, o centro para onde foi enviada, é conhecido como um lugar frequentado por celebridades e Rachel só aceita ir por causa disso, achando que vai chegar no lugar e se deparar com um lindo Spa. Pensa que só vai comer coisas saudáveis e que vai poder emagrecer, fazer bronzeamento artificial, sauna e tantas outras coisas. Sonha com as massagens e com os tantos amigos famosos que vai fazer apenas por passar alguns meses trancafiada naquele local. Mas ao chegar lá, percebe que não é nada do que imaginava já que o lugar parece estar passando por uma constante reforma com paredes cor de nada e que todo o local é bem apagadinho e sem conseguir admitir para si mesma que tudo o que ela pensava não passa mesmo de boatos. Lá, ela precisa fazer parte de uma equipe e é uma das responsáveis pelo café da manhã. E então ela precisa aprender a lavar pratos, fazer comida e ter paciência para servir todos os colegas que também estão internados. E percebe, então, que está no inferno, num hospício… Que precisa sair de lá o mais rápido possível, já que a internação dela não passou de um equívoco. Mas, capítulo apos capítulo Marian consegue intercalar a história de Rachel com todos os estágios de seu vício até a aceitação da personagem, que terá de conviver com o fato de ser uma toxicómana.

Assim como os outros livros de Marian Keyes, e apesar do tema desse em especial não ser tão leve, consegue ainda assim ser divertido! Férias é a sequência de Melancia e também traz um membro da família Walsh. A princípio, nos deixa um pouco confusos, em saber se ela tem ou não um vicio mas, isso se deve à confusão da própria personagem… O que acaba por se tornar engraçado, pois nossa relação com Rachel passa a ser tão próxima que seguimos pela sua perspectiva, mesmo que inicialmente essa não seja a correta, e que ao decorrer das páginas a verdade venha à tona para ambos, protagonista e leitor! Hehehe

Bonus

O preço em média é de R$ 59,00 no Brasil e em versão digital, R$ 19,90.

E no meio de dramas, de uma reabilitação e memórias do passado, descobrimos que todo esse caos pode ser definitivamente divertido e inusitado principalmente pelas conquistas que a personagem! Rachel deverá reconquistar a família, o namorado e a própria auto-estima e o mais legal do livro, é que ele é uma espécie de auto-biografia da autora, então vale a pena conhecer um pouco mais dessa irlandesa, Marian Keyes.

Beijos.

Nenhum Comentário
21
Mai

Romances Clássicos, personalizados

Boas Idéias Comprinhas

…e dizem que o ciclo da vida deve ser plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho!

Mas, depois disso o livro será o menor dos desafios… Hehehe

Capa

Ok, compra de um romance clássico é tudo muito especial mas vamos ser honestos, as chances de o ler depois de adulto será quase zero! Mas e se você fosse a estrela do livro e seus amigos e familiares tiveram um papel de apoio? Então, assim sim!

Graças ao Personalised Classic Novels você poderá estar lendo as aventuras de Amanda no País das Maravilhas, Rodney e Julie ou Shamus Holmes… O processo é elementar, caro: ao comprá-lo você receberá um email contendo um formulário que permite que você altere os nomes dos personagens principais, do seu livro escolhido. Você pode até escrever uma dedicatória pessoal que irá aparecer na novela que está prestes a estrelar.

Capa2

Excepcionalmente modificando os clássicos e antes que você perceba, você receberá uma edição personalizada e exclusivamente de um clássico literário entre eles Alice no País das Maravilhas, Orgulho e Preconceito, O Mágico de Oz, Adoráveis ​​Mulheres, Grandes Esperanças, A Ilha do Tesouro, Peter Pan e Romeu e Julieta. Basta pensar, que poderia ser você visitar senhorita Havesham, ou o seu companheiro Phil de caça a tesouros! Lembrando que seus personagens personalizados estarão impressos na contracapa traseira, juntamente com o nome dos originais!

Classics personalizados tampa traseira      Romances clássicos personalizados

Um presentes incrivelmente original para leitores maníacos, narcisistas e qualquer um que gostaria de ter seu nome impresso, que poderá ler e reler para os próximos anos…!

 

CompreAqui

Bonus

E o que há num nome? perguntou Shakespeare…

Beijos.

Nenhum Comentário
10
Jan

Aprendendo a jogar Poker

Na estante Publieditoriais

Você sabia que o Poker é considerado o jogo de cartas mais popular do mundo…?

Aprendendo a jogar poker — princípios, técnica e prática é um livro destinado não somente àqueles que desejam conhecer os fundamentos do jogo, mas também aos que precisam se aperfeiçoar e corrigir seus erros. Aqui, o foco principal é a modalidade de poker Texas Hold’em, a mais popular. Leo Bello e Leandro “Brasa” Pimentel, dois profissionais campeões no Brasil e no exterior e estudiosos do poker, trazem aqui os fundamentos deste verdadeiro esporte; você, leitor, terá a chance de dominá-lo e acumular experiência e muitas vitórias.

O livro foi escrito por Leo Bello e teve a colaboração de Leandro “Brasa”, ambos são os originadores do Circuito Paulista de poker e Braziliian Series of Poker. Tiveram como objetivo ensinar tudo o que é necessário para chegar ao objetivo principal, isto é, para ser vencedor. Seja o jogador profissional ou novato a informação é sempre bem vida, pois é a partir dela em que eles se adaptam ao tipo de jogo. O poker é um jogo, que é importante saber pelo menos o básico. Sem ele já mais um jogador iria conseguir criar disputa e ser coerente durante todo o jogo. Essa é um dos pontos falados no livro em questão. Os outros pontos que também são importantes e que fala no livro é as técnicas e prática (Mais informações basta ir ao Fulltilt). É importante referir que existe vários tipos de poker, incluindo o Texas Hold’em, e por ele ser um tipo de jogo muito escolhido pelas pessoas o escritor escolheu essa vertente e aprofunda no livro. Todos os tipos de poker têm regras, umas fixas e outras adaptadas ao tipo de jogo. No livro também ilustrações, para uma melhor compreensão pela parte do leitor e jogador.

Alguns dados técnicos:

Gênero: Esportes

título original: Aprendendo a Jogar Poker Princípios, Técnica & Prática,
ano de publicação: 2008
páginas: 431
autor: Leo Bello

Existe determinados dados que podemos não nos aperceber, mas o poker é um tipo de jogo que requer grande concentração pela parte do jogador. Mas, isso não quer dizer que o mesmo não se divirta e tire partido do momento passado. O jogador durante um jogo nunca deve de dar a conhecer as suas reações mediante o jogo que tem em seu poder, seja ele bom ou mau. Em determinados momentos o jogador tem que ser agressivo, mas esses momentos têm que ser bem refletidos, pois o jogador pode deitar tudo a perder. E como todo o jogador, o objetivo é ganhar e nunca perder!

Mas não se engane pois o poker é um esporte de habilidade, igual ao xadrez, gamão ou damas… Hehehe

Beijos.

1 Comentário
04
Jul

Tamanho 42 não é gorda

Na estante

…é o tamanho médio da mulher americana.

A cantora pop Heather Wells chegou ao fundo do poço. Nenhuma gravadora se interessa por suas músicas, o pai está atrás das grades e a mãe fugiu para Buenos Aires com todas as suas economias. Quando finalmente consegue um emprego de inspetora em uma faculdade, Heather acredita que tudo está melhorando. Ou será que ela está enganada?

 

★★★★★

Tamanho 42 não é gorda é a primeira edição, da trilogia que trás a louca vida de Heather, uma mulher que na adolescência, era uma estrela da música pop. Mas depois de querer cantar suas próprias músicas, Heather foi literalmente chutada da gravadora e de sua vida glamorosa. Agora, é uma assistente de inspetora de uma faculdade em Nova York e vive de favor na casa do irmão de seu ex-namorado famoso. E claro que o romance tem que estar presente, nem que seja só pelo lado de Heather. Isso porque a nossa protagonista é apaixonada por Cooper o irmão mais velho de seu ex e seus pensamentos em relação a esse romance platônico são no mínimo hilários…

Alguns dados técnicos:

Gênero: Literatura Infanto-Juvenil

título original: Size 12 Is Not Fat
ano de publicação: 2009
páginas: 416
autor: Meg Cabot

 

Bom, eu nunca tinha lido nenhum livro da Meg até então. Mas como as promoções estão rolando soltas, a oportunidade chegou e eu aproveitei… Hehehe

Heather é uma personagem extremamente engraçada e que tem ideias malucas apesar de muitas vezes estarem certas. Além de toda a confusão que sua vida lhe proporcionou, agora ela resolveu investigar um crime ocorrido na faculdade em que trabalha. Sinceramente, adorei o desfecho da trama… Quando você termina de ler e descobre que tem mais dois livros, você mal pode esperar para saber qual vai ser o próximo caso em que Heather vai se meter!

 

Não tem como pensar em Heather Wells e não lembrar de Robin Sparkles o codinome de Robin Scherbatsky de How I Met Your Mother que no seriado, era uma adolescente popstar no Canadá, conhecida pelas músicas Let´s go to the mall e Sandcastles in the Sand

O preço em média é de R$ 35,90 no Brasil e aqui em Portugal, €12,12.

Apesar de ser um livro mais ou menos grosso você não se cansa de ler. A narrativa é leve e muito envolvente e ainda por cima, tem um mistério que nós queremos resolver junto com Heather. Recomendo muito a leitura para quem está a fim de rir.

Beijos.

3 Comentários
!-- WP FOOTER -->