22
Mai

Férias! – Marian Keyes

Na estante

Depois do sucesso de “Melancia”, Marian Keys apresenta “Férias!”. Conheça a história de Rachel Walsh, 27 anos e uma grande mágoa de calçar 40. Rachel é levada da dependência química para o terreno desconhecido da maturidade, passando por uma ou duas histórias de amor, neste romance que é, a um tempo, comovente, forte e muito, muito engraçado.

 Capa

★★★★★

Em Férias! Rachel Walsh tem 27 anos e a grande mágoa de calçar 40. Ela namora Luke Costello, um homem que usa calças de couro justas. E é amiga – pode-se mesmo dizer muy amiga – de drogas. Até que a sua vida vai para o Claustro – a versão irlandesa da Clínica Betty Ford. Ela fica uma fera. Afinal, não é magra o bastante para ser uma toxicômana, certo? Mas, olhando para o lado positivo das coisas, esses centros de reabilitação são cheios de banheiras de hidromassagem, academia e artistas semifissurados (ao menos ela assim ouviu dizer). De mais a mais, bem que já está mesmo na hora de tirar umas feriazinhas. Rachel encontra mais homens de meia-idade usando suéteres marrons e sessões de terapia em grupo do que poderia supor a sua vã filosofia. E o pior é que parecem esperar que ela entre no esquema! Mas quem quer abrir as janelas da alma, quando a vista está longe de ser espetacular? Cheia de dor-de-cotovelo (o nome do cotovelo é Luke), ela busca salvação em Chris, um Homem com um Passado. Um homem que pode dar mais trabalho do que vale… Rachel é levada da dependência química para o terreno desconhecido da maturidade, passando por uma ou duas histórias de amor, neste romance que é, a um tempo, comovente, forte e muito, muito engraçado.

Alguns dados técnicos:

Gênero: Literatura Estrangeira

título original: Rachel’s Holiday
ano de publicação: 1998
páginas: 559
autor: Marian Keyes

 2

Uma história densa, com um assunto pesado e num ambiente um tanto quanto… difícil. Rachel está num centro de reabilitação para tentar se livrar das drogas, mesmo que continue afirmando para todos que não é uma toxicômana e que ela não precisa estar naquele lugar.

Mas como ela foi lá parar, você deve estar se perguntando: a vida de Rachel em Nova York, antes do Claustro era uma verdadeira loucura! Ela morava com sua amiga Brigit e tinha um namorando maravilhoso pelo menos ela achava ser Luke Costello. Ela ficava quase que todo o tempo ligada em drogas, pensando em cocaína e valium e qualquer bebida que visse na frente. Mas, apesar de tudo isso, ela não dizia ser uma viciada. Para ela, isso era apenas um aditivo para sua diversão.

Claustro, o centro para onde foi enviada, é conhecido como um lugar frequentado por celebridades e Rachel só aceita ir por causa disso, achando que vai chegar no lugar e se deparar com um lindo Spa. Pensa que só vai comer coisas saudáveis e que vai poder emagrecer, fazer bronzeamento artificial, sauna e tantas outras coisas. Sonha com as massagens e com os tantos amigos famosos que vai fazer apenas por passar alguns meses trancafiada naquele local. Mas ao chegar lá, percebe que não é nada do que imaginava já que o lugar parece estar passando por uma constante reforma com paredes cor de nada e que todo o local é bem apagadinho e sem conseguir admitir para si mesma que tudo o que ela pensava não passa mesmo de boatos. Lá, ela precisa fazer parte de uma equipe e é uma das responsáveis pelo café da manhã. E então ela precisa aprender a lavar pratos, fazer comida e ter paciência para servir todos os colegas que também estão internados. E percebe, então, que está no inferno, num hospício… Que precisa sair de lá o mais rápido possível, já que a internação dela não passou de um equívoco. Mas, capítulo apos capítulo Marian consegue intercalar a história de Rachel com todos os estágios de seu vício até a aceitação da personagem, que terá de conviver com o fato de ser uma toxicómana.

Assim como os outros livros de Marian Keyes, e apesar do tema desse em especial não ser tão leve, consegue ainda assim ser divertido! Férias é a sequência de Melancia e também traz um membro da família Walsh. A princípio, nos deixa um pouco confusos, em saber se ela tem ou não um vicio mas, isso se deve à confusão da própria personagem… O que acaba por se tornar engraçado, pois nossa relação com Rachel passa a ser tão próxima que seguimos pela sua perspectiva, mesmo que inicialmente essa não seja a correta, e que ao decorrer das páginas a verdade venha à tona para ambos, protagonista e leitor! Hehehe

Bonus

O preço em média é de R$ 59,00 no Brasil e em versão digital, R$ 19,90.

E no meio de dramas, de uma reabilitação e memórias do passado, descobrimos que todo esse caos pode ser definitivamente divertido e inusitado principalmente pelas conquistas que a personagem! Rachel deverá reconquistar a família, o namorado e a própria auto-estima e o mais legal do livro, é que ele é uma espécie de auto-biografia da autora, então vale a pena conhecer um pouco mais dessa irlandesa, Marian Keyes.

Beijos.

Nenhum Comentário
!-- WP FOOTER -->