13
Out

O terror da Pele Oleosa

Coisinhas Opinião Pessoal

Desde muito cedo, “sofro” por ter a pele excessivamente oleosa…

Mesmo pouco antes de me “tornar mocinhacomo minha mãe chama menstruação já sei o que são cravos e espinhas e isso com apenas uns 10 anos de idade.

Para disfarçar, tive a brilhante ideia de usar uma base em pó, a qual fechou meus poros de tal forma, à ponto de meu dermatologista suspender o uso de maquiagem. Por isso então acho que desenvolvi um certo trauma às makes mais pesadas: como pó, base. Minhas produções de maquiagem são: Gloss ou Batom, Rimel, Lápis ou Delineador, apenas… hehehe

Então, aos 15 anos ficou tudo complicado, a ponto das pomadinhas e Cia. não fazerem mais efeito… Foi então que meu dermatologista me receitou o Roacutan®, e então tudo mudou…

Para quem não conhece este medicamento, eu explico: são comprimidos que causam a melhora clínica da acne grave está associada à supressão da atividade e diminuição do tamanho das glândulas produtoras de sebo”.

Mas atenção: Não use o medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde, principalmente para as mulheres, o que pode causar até má formação fetal.

Para terem uma idéia, o processo mensal para consegui-lo era:

- Exames sanguíneos;
– Ir ao dermatologista, para ele avaliar o tratamento, os exames e assim passar a receita médica (especial para esse medicamento);
– Só então conseguia compra-lo, ou no meu caso retirar gratuitamente no SUS (Sistema Único de Saúde), pois cada caixa custava em torno dos R$ 250,00 e no meu tratamento, utilizava duas por mês.

E nem tudo foi as mil maravilhas, existem efeitos colaterais que foram: uma certa diminuição da saliva (que causaram várias aftas), das lagrimas (no fim do tratamento, ao acordar meus olhos pareciam que estavam colados, rs) e do brilho da pele (tinha que molhar o rosto várias vezes, pois descamava e parecia que tinha passado talco no rosto); sistema nervoso (meu humor ficou numa constante TPM, rs); meu estômago e fígado ficaram bem sensveis (até em simples viagens de carro, sentia enjoo), o que dura até hoje, mas em proporções reduzidas.

Mas, até que esses sintomas valeram a pena… Hoje em dia, quase não tenho marcas desses velhos e assustadores tempos… Hehehe

Ahm, só um fato: quando me consultei com meu ginecologista e contei que tomava esse medicamento, ele me deu um “xingão”, rs. Por ser muito forte, e por trazer tantos riscos às mulheres, ele é totalmente contra, mas…

Hoje em dia, continuo com minha pele oleosa, mas bem mais controlada. Uso um gel de limpeza (para peles oleosas e acneicas) antes de dormir, com um tônico (sem álcool). Ao levantar, lavo com o mesmo gel, mesmo para manutenção.

E vocês, sofrem ou já sofreram esse “terror”?

Beijos.

9 Comentários
!-- WP FOOTER -->