24
Fev

Ted

Jéssica Pagliai @ Filmes & Séries


O último filme, da série de indicados ao Oscar 2013… Para fechar em grande estilo! Hehehe

 

★★★½☆

Seth MacFarlane, criador da série Family Guy, traz sua marca que estende as fronteiras do humor para os cinemas, pela primeira vez como roteirista, diretor e dublador em Ted. Na comédia, ele conta a história de John Bennett Mark Wahlberg, um homem adulto que tem que lidar com seu estimado ursinho de pelúcia que ganhou vida como resultado de um desejo de infância…e que se recusa a deixá-lo desde então.

Alguns dados técnicos:

título original: Ted
lançamento: 2012
duração: 106 minutos
diretor: Seth MacFarlane

No IMDB: 7.1

Ted trás um humor óbvia e sútil, com já é a marca Seth MacFarlane. Brinca bem como o seu repertório de comédia e isso, tornou possível ter um filme live action  em vez de uma animação… Há quem faça referências aos elementos apresentados dos anos 80, mas acho que essa é mais uma piada… Já que ele gosta e nunca deixou de fora de seus Tv show’s citações a Star Wars, Indiana Jones, Flash Gordon, Top Gun… Mas, apesar disso você não tem que ser mais de 35 anos para as perceber. Alguns podem chamar isso de auto-indulgente, mas eu acho incrivelmente hilário! Hehehe

O elenco principal, Mark Wahlberg e Mila Kunis foram muito bons… E Ted pela voz de Seth MacFarlane também foi muito interessante pois, depois de um tempo você se esquece completamente que ele é um urso, e o vê apenas mais um personagem no filme. Além disso, houve um uso generoso do elenco da série Family Guy, claramente aproveitando a oportunidade de estar na estreia no cinema.

Por fim, se você não gosta de humor de MacFarlane, há uma boa chance de que você não gostar deste filme… No entanto, se você tem a capacidade de olhar para além do óbvio, então você também irá adorar Ted tanto, quanto eu!

 

No Brasil, o filme quase foi censurado. Isso porque o deputado Protógenes Queiroz teria anunciado que iria recorrer aos ministérios da Justiça e da Cultura para que suspendessem a exibição do filme. Protógenes chamou Ted de “um filme agressivo”, por mostrar um urso de pelúcia que fuma maconha e bebe cerveja. “Fui ao cinema com meu filho de 11 anos e fiquei indignado com esse personagem, que não só não estuda nem trabalha, mas também consome drogas”, disse. Nos cinemas do país, a produção era proibida para menores de 16 anos desacompanhados dos pais.

“Fiquei chocado e indignado com esse filme. Ele passa a mensagem de que quem consome drogas, não trabalha e não estuda é feliz”, afirmou Protógenes. “Não poderia ser liberado nem para 16 nem para 18 anos. Não pode ser liberado para idade nenhuma. Não deve ser veiculado em cinemas”

Ted está concorrendo ao Oscar 2013 na seguinte categoria:

Melhor Canção Original… Alem de ter, Seth MacFarlane como apresentador oficial da premiação.

Beijos.

Nenhum Comentário

 

Deixar uma resposta

!-- WP FOOTER -->